Publicado em: 16/01/2018

Razões que tornam o Japão um país limpo e ecologicamente correto

Embora ainda precise lidar com questões ambientais, como o lixo no Mar Interior de Seto, a maioria das cidades no Japão são bem cuidadas e limpas.

A limpeza é uma questão cultural no Japão. A pichação é rara e as pessoas dificilmente jogam lixo nas ruas. Quando se fala em limpeza pública, grande parte das cidades japonesas “brilham”.

Uma das primeiras coisas que uma pessoa nota ao chegar no Japão é que há poucas latas de lixo nas ruas. Geralmente, os japoneses não esperam que os outros limpem a sujeira por eles e são ensinados desde pequenos sobre a responsabilidade de levar o lixo para casa se não tiver onde descartá-lo de forma adequada.

Lixo ordenado

Uma razão para receber uma sacola plástica na loja de conveniência, cita o Rocket News, mesmo quando você compra somente 1 ou 2 itens é que o saquinho acaba ajudando o cliente a manter tudo em um único lugar, mesmo após a mercadoria comprada ter virado lixo.

Em ônibus de longa distância, sacolas individuais são disponibilizadas em cada assento com o propósito expresso de encorajar as pessoas a usá-las para colocarem o lixo (e provavelmente levá-las consigo) ao invés de jogá-lo em qualquer lugar ou deixar atrás do assento.

Responsabilidade em relação à limpeza

Desde crianças, os japoneses aprendem na escola as responsabilidades em relação à limpeza e ao lixo. Toda turma é responsável por arrumar suas próprias salas de aula e outros locais na escola.

Cada classe é dividida em grupos que são responsáveis por tarefas como tirar o pó, passar o pano chão, varrer, dentre outras tarefas, em turnos diários ou semanais. Algumas das outras áreas que as crianças limpam são o banheiro, ginásio de esportes e salões.

Separação do lixo

Para os japoneses, se livrar do lixo não significa apenas jogá-los em latas designadas. O sistema de eliminação de lixo no Japão ajuda as pessoas a separarem-no adequadamente. Cada área ou distrito tem seu próprio sistema.

Por exemplo, um sistema de uma cidade em particular pode classificar o lixo em queimável (sacos vermelhos), não queimáveis (sacos azuis), papel, plástico, latas, papelão, vidro (sacos brancos). Dependendo do tipo, alguns são coletados semanalmente, em outros mensalmente.

Casas e estabelecimentos devem manter suas áreas exteriores limpas

Além de manter as escolas limpas, os japoneses querem ter certeza de que onde quer que estejam, tudo ao redor também deve estar limpo e organizado.

Em outros países, a limpeza das ruas é comumente feita por garis. No Japão, não é comum contratar tais profissionais, já que os próprios moradores fazem a limpeza na área externa ao redor das casas e funcionários de qualquer tipo de estabelecimento, como enfermeiras e funcionários engravatados, varrem e cortam o mato ao redor do locais de trabalho.

Limpeza na vizinhança

Há exemplos em que as pessoas se levantam bem cedinho para fazer a limpeza de alguns locais na vizinhança antes de irem trabalhar. Regularmente é possível ver pessoas usando luvas e carregando pás, vassouras, sacos de lixo, etc antes de saírem para o trabalho. Algumas atividades que elas fazem são limpar toda a área cortando ervas daninhas e mato, assim como regar plantas. Essas atividades podem parecer poucas, mas fazem uma grande diferença, deixando a área sempre limpa.

O imaculado transporte público

O Japão conta com um excelente sistema de transporte público que não é somente seguro, confortável, acessível e confiável, mas também é muito limpo, sendo considerado o melhor do mundo. Quando se fala em trens, os assentos são macios para garantir uma viagem tranquila que também ajudará as pessoas a se sentirem socialmente obrigadas a mantê-los limpos.

O Japão está continuamente promovendo tecnologias relacionadas à limpeza e outros serviços de reciclagem de lixo para manter áreas públicas limpas. Ser criado para ter consciência sobre o meio ambiente é crucial para as pessoas no Japão, onde se coloca mais ênfase na comunidade do que no individual.

Se uma pessoa deixa sujeira na vizinhança, a limpeza é vista como uma responsabilidade compartilhada da comunidade. Essa é a razão pela qual as pessoas pensam duas vezes antes de deixarem sujeira para os outros limparem.