Publicado em: 13/09/2019

Presidente da Amzop participa do 1º Seminário de Infraestrutura e Projetos Rodoviários

ADELAR DE FREITAS LA

O presidente da Associação dos Municípios da Zona da Produção (Amzop), prefeito de Ametista do Sul, Gilmar da Silva participou na noite desta quinta-feira,12, na URI em Frederico Westphalen, do 1º Seminário de Infraestrutura e Projetos Rodoviários, promovido pelo curso de Engenharia Civil da URI/FW em parceria com o Daer. O evento ocorreu no Salão de Atos da universidade e contou com a presença do secretário de Logística e Transportes do Rio Grande do Sul, Juvir Costella, além de diretores do Daer, outros Prefeitos e lideranças, bem como vereadores, professores, estudantes e a comunidade em geral.

Na oportunidade foi destacado que a obra de pavimentação da ERS 591, entre Ametista do Sul ao distrito de Castelinho, em Frederico Westphalen, deve ser acelerada diante da contribuição do curso de Engenharia Civil da URI/FW, que está realizando o Estudo de Viabilidade Técnica (EVTA) para pavimentação asfáltica da via. O Secretário Costella agradeceu a contribuição da universidade e destacou a importância dessa contribuição do curso junto ao Daer para auxiliar na economia do Estado.

Amzop

O prefeito Gilmar da Silva destacou a economia proporcionada pelo estudo realizado pela equipe da URI. “Se tem alguém de parabéns hoje é a universidade”, disse Gilmar. Ele observa que “o município teria que investir R$ 300 mil para fazer esse estudo, e hoje estamos gastando 10% desse valor. Isso demonstra o interesse da universidade de viabilizar o desenvolvimento da região, e fortalece o que estamos buscando”, afirmou.

A AMZOP, através do presidente Gilmar da Silva e demais prefeitos que compõem a associação, tem atuado de forma sensibilizar o Estado a realizar obras de pavimentação asfáltica. São inúmeros municípios da Zona da Produção que ainda não contam com uma ligação asfáltica.  A entidade formada por 43 municípios registra que o asfaltamento de rodovias e a recuperação das vias já pavimentadas, é fator de desenvolvimento econômico e social.

Segundo o coordenador do curso de Engenharia Civil da URI local, Jean Favaretto, os projetos que fazem parte do EVTA, se concluídos e aprovados, possibilitarão aos municípios de Frederico Westphalen e Ametista do Sul, por meio do Daer, pleitearem os recursos para a execução das obras de asfaltamento.

Atualmente estão sendo habilitados os projetos de topografia, geologia, traçados, hidrológico, ambiental e tráfego. “Ocorre um trabalho capitaneado pela URI, em parceria com as prefeituras e o próprio Daer, que visa concretizar uma obra importante, da ligação asfáltica entre os dois municípios”, observa Favretto.

O prefeito de Ametista do Sul, Gilmar da Silva, lembra que o  EVTA garante redução de custos para as prefeituras e municípios, constituindo-se em mais uma ação em favor do desenvolvimento regional, por parte da Universidade Regional Integrada. “Queremos destacar o trabalho da universidade, através da equipe do curso de Engenharia Civil, que sem custo elaborou os projetos que visam à concretizarão dessa obra”, disse.

Segundo o prefeito de Frederico Westphalen, José Alberto Panosso, são 4,5 quilômetros de Castelinho até o rio da Várzea, divisa dos dois municípios, e mais 7 quilômetros, do rio da Várzea até Ametista do Sul. A expectativa é de que as obras na rodovia favoreçam o desenvolvimento do turismo, especialmente de Ametista do Sul, que recebe turistas e compradores de várias partes do Brasil e do mundo.