Publicado em: 08/04/2019

Passo Fundo terá 87 novas câmeras de videomonitoramento nos próximos dias

Vinicius Coimbra/Diário

O prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo, assinou a ordem para a instalação de 87 câmeras de videomonitoramento do Projeto Guardião. A assinatura da autorização ocorreu na quinta-feira (4), no quartel do 3º RPMon, com a presença de diversas autoridades do poder público, setor privado, entidades e órgãos de segurança que atuam no município. O investimento é de R$ 500 mil e foi feito com recursos próprios da Prefeitura, que abriu uma licitação ainda no ano passado. “É um grande investimento e um reforço na segurança de Passo Fundo.

A segurança é obrigação e responsabilidade do Estado, mas a Prefeitura, neste momento, preocupada com a população, ajuda a suprir essa necessidade na nossa cidade”, disse. Luciano afirmou também que esse é o maior investimento em segurança já feito pela Prefeitura de Passo Fundo. Além das câmeras, o chefe do executivo municipal anunciou a aquisição de um novo servidor para armazenamento das imagens captadas pelas câmeras. O valor chegará a R$ 100 mil.

No fim do ano passado, o Projeto Guardião recebeu 58 câmeras, que já foram instaladas e estão em funcionamento em diversos pontos do município. Com os novos equipamentos, que começarão a ser instalados na próxima semana, haverá um reposicionamento, de forma estratégica, da cobertura em ruas e avenidas do município, através de novas câmeras de monitoramento giratórias e fixas, e câmeras OCR. Esse processo é novo no município: o sistema permitirá a filmagem em todos os pontos de forma fixa, o que garantirá a imagem e a leitura de placas de veículos nos pontos com o OCR. Será possível, portanto, constatar em tempo real a situação do veículo.

“Investimento fundamental”

A instalação dos novos equipamentos ocorre em pontos já definidos pela BM. Com as 87 câmeras, o Projeto Guardião terá cerca de 150 em funcionamento no município. “São pontos que vão ajudar a levar segurança para Passo Fundo e região. É fundamental que tenhamos servidores, homens e mulheres, na segurança pública, mas é fundamental também o investimento em tecnologia”, disse comandante do 3º RPMon da Brigada Militar, tenente-coronel Volnei Ceolin. Ele destaca também que as câmeras de monitoramento ajudam na prevenção de ocorrências e a captação de imagens para a investigação posterior ao crime, pela Polícia Civil.

Ano positivo na segurança pública

O projeto prevê a instalação de mais pontos, através de investimentos públicos e da iniciativa privada. “Esse investimento vai tranquilizar a comunidade e intranquilizar a bandidagem, para que episódios iguais o da [briga generalizada, no último fim de semana] na rua Independência não aconteçam”, disse o comandante do CRPO/Planalto, coronel Ricardo Alex Hofmann. “A bandidagem tem que saber que existe um monitoramento muito bom em Passo Fundo”, complementou. O comandante disse ter boa expectativa com o ano de 2019, com formação de novos soldados que estão em treinamento em Passo Fundo. “Temos uma queda significativa em todos os índices de criminalidade na região e na cidade. Vemos uma queda expressiva, isso é extremamente positivo”, comentou Hofmann. O sistema de videomonitoramento ficará sob a responsabilidade da Brigada Militar, no 3º RPMon, e conta com espelhamento na Polícia Civil, onde foram instalados monitores na Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).  (Diário da Manhã/PF).