Publicado em: 10/02/2020

Nissan vai paralisar fábrica no Japão por falta de peças da China

A Nissan Motor interromperá temporariamente a produção de sua fábrica em Kyushu, no sudoeste do Japão, devido ao coronavírus.  Segundo do jornal Nikkei nesta segunda-feira (10),  o surto começa a sobrecarregar a cadeia global de suprimentos.
A empresa é primeira montadora a interromper a produção em uma fábrica no Japão por causa do surto, estava encontrando cada vez mais dificuldade em adquirir peças da China.
A paralisação pode afetar a produção de cerca de 3.000 veículos.
A montadora suspenderá duas linhas de produção na fábrica de Kyushu a partir de 14 de fevereiro.
A empresa vai decidir no dia 17 de fevereiro se volta a produzir ou se mantém a paralisação.
A produção da Nissan em Kyushu foi de cerca de 434.000 veículos no ano fiscal de 2018, e cerca da metade desse número para o mercado doméstico.
O surto de coronavírus – declarado uma emergência mundial pela Organização Mundial da Saúde – interrompeu a fabricação chinesa e isso está afetando as exportações de suprimentos para outros países.
Na Coreia do Sul, a Hyundai, e Kia Motors e a RSM, subsidiária da Renault, anunciaram fechamentos temporários de fábricas devido a interrupções no fornecimento de peças da China.
Fonte  Nikkei