Publicado em: 14/01/2019

MP investiga falta de energia elétrica em Frederico Westphalen

O promotor disse que o MP determinou a expedição de ofício às prefeituras de abrangência da Comarca, associações de trabalhadores rurais, associações comerciais e câmaras de dirigentes lojistas, para que, no prazo de 20 dias, informem, entre outros, datas e horários em que foi constatada a interrupção no serviço, com indicação da área atingida, se ocorreu antes ou depois de condição climática adversa e os prejuízos. A RGE terá 20 dias para fornecer ao MP o histórico das interrupções nos municípios da comarca, o que ocasionou a situação, o tempo para restabelecimento dos serviços e o cronograma de investimentos para evitar novas ocorrências.

Em nota, a RGE informa que o desarme de uma subestação de transmissão da CEEE afetou subestações de distribuição que atendem municípios do Norte e Noroeste do Estado na noite de 5 de janeiro. “O restabelecimento total ocorreu no início da madrugada de domingo após a CEEE solucionar o problema na subestação.” Sobre a falta de energia do dia 7, informa que fortes ventos registrados na região causaram danos em uma linha de transmissão. “As equipes atuaram imediatamente na identificação do problema e no conserto da linha. Maiores informações sobre esses e outros casos serão prestadas pela distribuidora ao Ministério Público quando questionada”, conclui a nota. A CEEE confirmou que no dia 5 ocorreu um problema num equipamento da Subestação Guarita, em Erval Seco, já solucionado.