Publicado em: 11/04/2018

Lançada Frente Parlamentar Federal Pró-Implantação do HPR em Palmeira das Missões

Foi lançada, na tarde de terça-feira, 10, em Brasília, a Frente Parlamentar Pró- Implantação do Hospital Público Regional (HPR) com sede em Palmeira das Missões. A iniciativa partiu do deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) e segue o exemplo da Frente Parlamentar que trata desta temática no Legislativo gaúcho, presidida pelo deputado estadual Jeferson Fernandes (PT). Segundo Fontana, o objetivo da Frente na Câmara Federal é manter a unidade em torno da implantação do HPR, trabalhando em consonância com a Frente Estadual. “O desejo de todos é estarmos juntos no dia que vai marcar a história de Palmeira das Missões e região, quando iniciarem as obras do Hospital Regional”, projeta o deputado federal.

Presente à solenidade de instalação da Frente Federal, Jeferson lembrou que, na Assembleia gaúcha, a Frente Estadual conta com 39 parlamentares e todas as bancadas de partidos unidas em favor do Hospital. “Certamente, os 55 deputados estaduais corroboram com este trabalho, que irá resolver sérios problemas de atendimento médico na macrorregião”, acrescentou. Ele se referiu ao fato de que o HPR deve complementar os serviços prestados pelos hospitais existentes na região de Palmeira das Missões. O parlamentar lembrou que os hospitais locais são, em sua maioria, comunitários e carecem de uma unidade de referência. “Temos tido um bom diálogo com o governo do Estado sobre a importância do HPR, a partir do secretário de Saúde, João Gabbardo e de sua compreensão da proposta. Com a saída dele, é ainda mais relevante estreitarmos esse diálogo com o governo Sartori. É o que temos feito no cotidiano da Frente Parlamentar”, ressaltou o deputado estadual.

O projeto, que envolve lideranças e comunidades de 72 municípios da região, já conta um aporte de R$ 57 milhões, depositados na conta da Prefeitura, sendo que outros R$ 122 milhões já foram assegurados pelo Ministério da Saúde. No entanto, há dificuldades de implementação por problemas técnicos de média e alta complexidade. Além disso, o valor do investimento inicial destinado ao hospital teve de ser atualizado, com o auxílio do Tribunal de Contas do RS, e novamente aprovado pela Caixa Federal. Ao TCE, caberá autorizar o início das obras.

O prefeito de Palmeira das Missões, Dudu Freire (PDT) lembrou que o município tem como referência o Hospital de Passo Fundo, que acaba sobrecarregado. Além disso, ele citou os riscos do deslocamento de pacientes pelas estradas locais. “Muitas vidas são perdidas desta forma”, lamentou. Ele reconhece que em 9 anos houve avanços no processo de implantação do Hospital Regional, como a assinatura do contrato com o Ministério da Saúde e os recursos já entregues à Prefeitura. “Precisamos tirar este Hospital do papel. O fortalecimento político deste projeto em níveis federal e estadual é fundamental. São 500 mil pessoas envolvidas”, reforçou.

Por fim, Jeferson acertou com o representante da Casa Civil presente ao ato, e o deputado federal Márcio Biolchi uma reunião da Frente Parlamentar Estadual com o novo secretário de Saúde, Francisco Zancan Paz, para dar ciência do projeto do HPR e das principais dificuldades. Para o encontro, estão convidados todos os parlamentares estaduais e federais ligados ao tema.

Hospital Regional – O HPR terá atendimento 100% SUS, porta aberta 24 horas e será um modelo de gestão e atenção em saúde. Cerca de 500 mil pessoas devem ser atendidas pelo Hospital. A instituição contará com 220 leitos, sendo 39 de UTI, 180 de internação e 5 de berçário para cuidados intermediários. Serão 8 salas cirúrgicas, uma sala cirúrgica obstétrica, sala de recuperação e 15 leitos de apoio. O local ainda contará com espaços para ensino e pesquisa. Haverá atendimento de ortopedia, neurologia, obstetrícia, oncologia, cardiologia, hemodiálise, urologia, fisioterapia, quimioterapia. Foto: Ronaldo Berwanger
Andréa Farias