Publicado em: 10/05/2019

Jovem morta pelo namorado em Seberi manifestou em vida vontade de ser doadora, diz família

A captação dos órgãos, rins, fígado e córneas, ocorreu na noite de quinta-feira, 9. Uma equipe do Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo, deslocou-se até o HCTP para a captação dos rins e do fígado. As córneas foram captadas por um profissional do Hospital Santo Antônio de Tenente Portela e foi a primeira registrada no Hospital de Caridade. Todo o procedimento foi realizado após abertura de protocolo junto à Central de Transplantes Estadual, abordagem e suporte aos familiares, além do acompanhamento de uma equipe intra-hospitalar composta por médicos, enfermeiros, assistente social, psicóloga e técnico em enfermagem. Segundo o HCTP, até cinco pessoas terão suas vidas transformadas com a doação, que é a sétima registrada no hospital. Conforme a família, Maiara manifestou em vida a vontade de ser doadora e, através disso, ajudar outras pessoas. O corpo da jovem passou por necropsia no IML de Palmeira das Missões e será sepultado em Seberi, na cidade onde residia.

Sobre o caso

Foi confirmada no final da tarde de quarta-feira, 8, a morte encefálica da jovem que foi vítima de um disparo de arma de fogo e se encontrava internada na UTI do Hospital de Caridade de Três Passos. Maiara Dondoni, de 22 anos, foi internada em estado gravíssimo na tarde de segunda-feira, 6, após o namorado ter atirado de revólver na sua cabeça, na casa de uma amiga, na cidade de Seberi. O crime aconteceu, por volta das 14h15, no bairro Aparecida. Segundo a mãe, a jovem havia terminado um relacionamento de quatro meses com Sirineu Albânio, de 36 anos, que não aceitava o fim da separação. Após ferir Maiara, Sirineu disparou contra a própria cabeça. O rapaz foi transferido para o hospital de Passo Fundo onde, na noite de terça-feira, 7, faleceu depois de sofrer morte cerebral no dia anterior.

Fonte: Três Passsos News

Foto: HCTP/Divulgação