Publicado em: 28/06/2019

Hospital de Amor de Barretos percorre país com carreta para detectar câncer de pulmão

Segundo Reis, 80% dos tumores no pulmão são decorrentes do uso ou exposição ao tabaco. Além disso, tem mais chance de desenvolver esse tipo de câncer pessoas com idades entre 55 e 75 anos, e que fumam há mais de 15 anos. No ano passado, o Hospital de Amor atendeu 1,3 mil pacientes com a doença. “Sabemos que o câncer de pulmão afeta mais os fumantes, mais associado ao homem e à mulher que tem menos interesse em se dirigir aos hospitais, a fazer exames de rastreamento. Então, ter uma unidade móvel pode facilitar esse acesso a um método de rastreamento”, completou o médico. Inicialmente, a carreta realizará testes em pacientes atendidos na rede pública em Barretos. Depois, o veículo segue para Campinas (SP) e só então percorrerá o país. A pesquisadora do Hospital de Amor Fabiana de Lima Vasquez explica que o exame também pode detectar outras doenças respiratórias graves. “O paciente que fuma tem várias comorbidades, pode vir a ter várias doenças, além do câncer de pulmão. Ele pode ter doenças respiratórias, perda óssea, aumento da pressão arterial, que a gente detecta não na tomografia, mas no exame médico, quando ele vai nos procurar”, disse. (G1/Foto: Antônio Luiz/EPTV).