Publicado em: 14/11/2019

Exponay 2019 destaca os potenciais da indústria, comércio e agronegócio de Nonoai e região

Marcela Buzatto/Emater

Mais uma edição da Feira Comercial, Industrial e Agronegócios é realizada no município de Nonoai. A partir desta quinta-feira (14/11), até domingo (17/11), a Exponay 2019 apresenta os potenciais dos setores da indústria, comércio, serviços e do agronegócio do município e da região. Uma programação intensa, repleta de atividades técnicas e atrações musicais, espera pelos milhares de visitantes que deverão passar por Nonoai neste fim de semana.

A Emater/RS-Ascar é uma das apoiadoras da feira e organizou um espaço especial para mostrar um pouco do trabalho de Assistência Técnica e Extensão Rural realizado pela Instituição no município. Entre os assuntos apresentados, destacam-se a produção diversificada de alimentos, uso de plantas bioativas, secagem e armazenagem de grãos, apicultura e tecnologia de aplicação.

Aproveitando a oportunidade, durante a programação da Exponay, foi realizada nesta quinta-feira (14/11) uma reunião técnica para falar sobre tecnologia de aplicação, especialmente sobre as Instruções Normativas nº 05, 06, 08 e 09, lançadas este ano pela Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) e que estabelecem o termo de conhecimento de risco e de responsabilidade quanto ao uso de agrotóxicos hormonais, bem como o cadastro dos aplicadores, regulamentando a prática de aplicação e outras providências cabíveis nesse processo.

A reunião técnica foi conduzida pelo engenheiro agrônomo e extensionista rural da Emater/RS-Ascar, Carlos Roberto Olczevski, e contou com a participação de agricultores e técnicos das empresas envolvidas com a venda de agrotóxicos. O gerente regional adjunto de Frederico Westphalen, Cleomar de Bona, e a equipe municipal também participaram da atividade.

A partir da Instrução Normativa número 05, o termo de conhecimento de risco e de responsabilidade deverá constar no campo observações da receita agronômica que prescreve a aplicação de produtos agrotóxicos hormonais. O produtor poderá fazer aplicação de agrotóxicos, devendo respeitar algumas condições, como a velocidade do vento menor que 10 km/hora, umidade relativa do ar superior a 55%, temperatura ambiente menor que 30°, entre outras observações.

Já a Instrução Normativa número 06 estabelece o regramento para o cadastro dos aplicadores, visando regulamentar a aplicação de agrotóxicos hormonais no RS, e promover cursos de boas práticas agrícolas para aplicação de agrotóxicos. A Emater/RS-Ascar é uma das entidades que está promovendo capacitações, considerando o regulamento das Instruções Normativas.

O curso oferecido aos agricultores envolve aulas teóricas e práticas, destacando assuntos como o uso correto e seguro dos agrotóxicos, tecnologia de aplicação, manutenção, regulagem e calibração de pulverizadores agrícolas, uso adequado do Equipamento de Proteção Individual (EPI), além de orientações sobre a armazenagem e descarte correto das embalagens de agrotóxicos. O uso correto do Equipamento de Proteção Individual (EPI) é um dos dispostos na Instrução normativa número 06. Durante as capacitações, os produtores são orientados quanto o uso correto desses equipamentos.

As Instruções Normativas nº 08 e 09 estabelecem o regramento do cadastro das propriedades agrícolas e seus produtores rurais de cultivos sensíveis, bem como o regramento da venda orientada dos agrotóxicos hormonais no Estado do Rio Grande do Sul. Através das INs, entende-se por produtos agrotóxicos hormonais aqueles que têm como mecanismos de ação o grupo das auxinas sintéticas. Dessa forma, considera-se venda orientada, o conjunto de medidas envolvendo a prescrição de agrotóxicos hormonais, o comércio e o uso destes produtos, considerando alguns requisitos mínimos, como a obrigatoriedade de apresentação da Declaração do Cadastro Estadual de Aplicador de Agrotóxicos, que é emitida pela Seapdr, obrigatoriedade de apresentação do documento denominado Declaração do Produtor Rural, obrigatoriedade da orientação sobre o equipamento utilizado para aplicação de agrotóxicos hormonais, conforme a recomendação do fabricante do produto agrotóxico, entre outras orientações.

De acordo com o engenheiro agrônomo e extensionista rural da Emater/RS-Ascar, Carlos Roberto Olczevski, o objetivo das Instruções Normativas é capacitar os agricultores para o uso correto de herbicidas hormonais sintéticos, evitar prejuízos nas outras culturas sensíveis, como frutas e olerícolas, qualificando esses processos, na tentativa de evitar a proibição destes produtos no RS.

A Exponay 2019 segue com programação até domingo (17/11), no Parque de Exposições do município. Além da exposição do comércio, indústria e serviços, os visitantes poderão conferir a grande variedade de produtos da agricultura familiar, exposição de maquinários e equipamentos do setor agropecuário, além de shows e atrações musicais.

Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar – Regional de Frederico Westphalen/ Jornalista Marcela Buzatto