Dom Antonio participa de celebração em Aparecida

Social
Tags

TV APARECIDA

Teve início às 09h30 desta quinta-feira,12, a Missa Solene, no Santuário Nacional de Aparecida, presidida pelo cardeal Giovanni Battista Representante do Papa Francisco. Cardeais e Bispos de várias partes do Brasil participam da celebração. O bispo da Diocese de Frederico Westphalen, Dom Antonio Carlos Rossi Keller também participa da concelebração.

Outras duas celebrações acontecem ao longo do dia, sendo que a última, às 19h, encerra as comemorações do Jubileu.

Integrando as festividades dos 300 Anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida, o Santuário Nacional na noite de ontem foi realizada uma cerimônia especial. A celebração teve início às 19h e marcou a Coroação Solene da Imagem de Nossa Senhora Aparecida com a Coroa Jubilar. Ainda durante o rito, foi inaugurada a Cúpula Central do Santuário Nacional, presente dado por devotos de todo o país à sua Padroeira.

Coroação – A cerimônia de Coroação contou com a participação do cantor Daniel, dos grupos Cantores de Deus, Vida Reluz, Adoração e Vida, além da participação da Camerata do PEMSA(Projeto de Educação Musical do Santuário de Aparecida). Na celebração, foi utilizada a Coroa Jubilar, preparada durante nove meses com a terra das capitais dos estados do Brasil.

Cerca de 40 bailarinos formaram as coreografias que embelezaram o momento e retrataram a devoção do povo brasileiro. Durante o rito, a história do encontro e do crescimento da veneração à Nossa Senhora Aparecida também foram recordadas.

Inauguração da Cúpula – Outro momento emocionante para os peregrinos foi a inauguração da Cúpula Central do Santuário Nacional. A obra, iniciada em 2012, está acima do principal Altar da Basílica envolveu duas empresas mundialmente reconhecidas na arte em mosaico, a Orsoni, fabricante das pastilhas, e a Friul Mosaic, responsável pala montagem.

A autoria da arte é do artista sacro Cláudio Pastro e retrata a chegada dos peregrinos à Aparecida. Para isso, Pastro representou pássaros da fauna brasileira e uma grande árvore, em referência a parábola da semente de mostarda, retratada no evangelho de Mateus.

Programação – Ao fim da cerimônia, uma procissão recordou o encontro da Imagem no rio Paraíba do Sul. Saindo do Santuário Nacional, os fiéis vão seguir até o Porto Itaguaçú, local onde aconteceu a pesca da Santa há 300 anos.

Durante a noite, para acolher os peregrinos, aconteceu uma Vigília das 0h às 04h, que foi encerrada com a oração do Terço na Tribuna Papa Bento XVI, seguida de uma missa no mesmo local. No interior da Basílica, nesta quinta-feira, às 07h30, aconteceu outra celebração eucarística.

A programação chega ao fim às 20h30 com o Festival da Padroeira, com a participação de 12 cantores da música popular brasileira. Às 23h, um show pirotécnico fecha com chave de ouro o dia dedicado à Padroeira.