Publicado em: 14/09/2018

BRDE financiará projetos para estimular desenvolvimento de Coredes

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) confirmou, nesta quinta-feira (13), que o banco vai disponibilizar linhas de crédito a projetos do Plano Estratégico de Desenvolvimento Regional do Rio Grande do Sul. A medida é uma parceria com a Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG) para estimular o desenvolvimento dos municípios integrantes dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes).

Os Coredes são um mecanismo estadual de promoção de políticas públicas que geram crescimento econômico e social às regiões gaúchas. Para o RS, o BRDE disponibiliza anualmente cerca de R$ 1 bilhão em financiamentos. “Parte desse montante será direcionado aos projetos de desenvolvimento regional. Após analisar as propostas, teremos o valor preciso”, informou o diretor de planejamento do banco, Luiz Corrêa Noronha.

Em levantamento parcial, levando em conta os 1.496 projetos de municípios, instituições e entidades, 20% deles já estariam aptos a receberem subsídios. “Podemos ampliar esse número após uma análise mais criteriosa com os Coredes”, acrescentou Noronha.

A próxima etapa do processo fica a cargo dos conselhos, que farão encontros nas 28 regiões gaúchas. Os encontros definirão ações financiáveis e a metodologia de execução. A expectativa é apresentar os selecionados até março de 2019.

Segundo o diretor de Planejamento Governamental da SPGG, Antônio Cargnin, a pasta também avalia outras possibilidades de financiamento, como verbas do governo federal e bancos nacionais e estrangeiros de fomento. “A parceria com o BRDE é importante porque reforça o trabalho de planejamento e o papel de elencar prioridades das comunidades”, finaliza.

Acesse mais informações sobre o Plano Estratégico de Desenvolvimento Regional.